Angola OffRoad

Forum de Divulgação, Informação e Convivio
 
InícioPortalFAQRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Keijadas Malucas
OffRoad 3 estrelas
OffRoad 3 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 2285
Idade : 34
Localisation : Angola/Luanda
Data de inscrição : 13/01/2010

MensagemAssunto: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Qui Set 16, 2010 9:41 am

Gonçalo Barros um jovem de 30 anos, vai fazer Luanda/Portugal SOZINHO sobre uma BMW 1150cc...

Escrito por Gonçalo Barros...

Finalmente a preparação da mota acabou. Foi uma semana cheia de trabalho de oficina. Foi tempo de limpar e olear a máquina. E tanta coisa houve que fazer que ocupei toda a semana nestes trabalhos.
O cacimbo está a terminar trazendo o calor e a chuva... Ainda assim a temperatura esteve agradável para o trabalho e durante a semana poucas vezes se viu o Sol.

Com a preciosa ajuda do Miguel Escaleira lá fomos limpando, montando todas as peças (sobraram poucas peças no final e isso foi bom Smile) e oleando a máquina.
No dia de ontem lavou-se a "burra" e testei-a na picada (vou tentar colocar o vídeo).

Ainda assim tem umas "coisinhas para afinar".

A viagem vai ter início no dia 16 de Setembro 5ºF rumando para Sul até Benguela.

A vontade de montar a rede e estender-me numa das praias da Caotinha é muita..
Voltar ao Topo Ir em baixo
moreira
OffRoad 2 estrelas
OffRoad 2 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 327
Idade : 43
Localisation : Luanda
Data de inscrição : 10/07/2010

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Qui Set 16, 2010 10:49 am

Boas Keijadas,

Então o Goncalo vai para Sul? Vai fazer o mesmo percurso que o Joao Luis fez mas em sentido inverso.

Qual será a data prevista de chegada a Portugal?

Votos de boa viagem para o Goncalo.

Cordiais saudações,
Voltar ao Topo Ir em baixo
papabeer
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 5606
Idade : 53
Localisation : Luanda - Angola
Data de inscrição : 06/06/2007

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Qui Set 16, 2010 7:52 pm

Bruno, conheces esse Gonçalo ???

Temos alguem que vai fazer uma viagem dessas ANGOLA/PORTUGAL de Mota e o forum nem tem conhecimento, deveriamos divulgar e acompanhar essa viagem, acompanhamos viagens de Portugueses de Portugal ate Angola e agora não acompanhamos alguem que sai da Banda ????

Bruno tenta contactar o Gonçalo para divulgarmos aqui algumas informações, tipo Percurso, como foi feita a prepararção, quer da Mota, quer dos contactos com os Paises por onde vai passar, para o pessoal ter uma noção de como se prepara uma viagem destas.

Sabemos de uma noticia destas na vespera da viagem ???? pelos vistos a viagem iniciou hoje .....

Tentem lá saber algo mais ............. e ver se ele durante a viagem manda uns emails ....

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/paulo.arroteia
Keijadas Malucas
OffRoad 3 estrelas
OffRoad 3 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 2285
Idade : 34
Localisation : Angola/Luanda
Data de inscrição : 13/01/2010

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Qui Set 16, 2010 9:40 pm

Okapa Papa, sem macas vou tentar falar com ele e saber mais sobre essa viagem...

Segundo ele diz que é uma viagem para demorar 6 meses, ou seja, pode fazer em menos tempo, mas quer conhecer sitios, cultaras diferentes, e o proximo ano já em Janeiro outro amigo meu do peito tbm vai fazer Luanda Portugal sobre duas rodas, só que dessa vez vai ser em uma BMW F800GS realmente esta provado por A+B que BMW é uma granda bike...

Um abraço Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
papabeer
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 5606
Idade : 53
Localisation : Luanda - Angola
Data de inscrição : 06/06/2007

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Sex Set 17, 2010 1:06 am

Para 2011 pelos vistos temos já 2 viagens programadas

essa do teu amigo em BMW em janeiro e depois em Novembro os BIGSIX tb em BMW

Quando eh a tua vez Bruno ? na tiua BMW ??


_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/paulo.arroteia
Keijadas Malucas
OffRoad 3 estrelas
OffRoad 3 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 2285
Idade : 34
Localisation : Angola/Luanda
Data de inscrição : 13/01/2010

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Sex Set 17, 2010 3:47 am

hahahahhahahahhahhahahahahahahahaha Papabeer não é para agora... Ainda falta... Wink

Só vou ctg... Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
moreira
OffRoad 2 estrelas
OffRoad 2 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 327
Idade : 43
Localisation : Luanda
Data de inscrição : 10/07/2010

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Sex Set 17, 2010 9:39 am

Keijadas,

Penso que a moto do Gonçalo não é uma 1150 mas sim uma R1100GS, ou seja, bem mais antiga o que para mim significa um maior grau de aventura....

Cordiais saudações
Voltar ao Topo Ir em baixo
Keijadas Malucas
OffRoad 3 estrelas
OffRoad 3 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 2285
Idade : 34
Localisation : Angola/Luanda
Data de inscrição : 13/01/2010

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Qui Set 30, 2010 11:07 pm

Dia 30- 35: Windhoek a Ludertiz

por Gonçalo Barros a Quarta-feira, 29 de Setembro de 2010 às 23:06

Isto não é África, pensei quando entrei na Namíbia. A partir do momento que entrei neste país, o segundo mais novo de África, muito mudou. Os buracos deixaram de existir nas estradas de asfalto, postos de abastecimento e hóteis podem ver-se fora das grandes cidades, tudo é mais... organizado.
Por outro lado, em relação a Angola, faltam as aldeias de beira de estrada, faltam as pessoas a vender tudo e em todo o lado e, mais importante, sinto falta de alegria neste povo, falta aquele gingar do angolano que, suspeito, os destingue de todos os outros.
Mas, enfim, acabei de chegar à Namíbia e ainda tenho muito para ver...

Até Windhoek a viagem foi tranquila. Já tinha saudades de uma boa estrada e apenas os burros a pastar à beira da estrada me fizeram, de vez em quando, tirar a mão do punho do acelerador. Ainda assim, no momento em que coloquei o IPOD a funcionar os 730 quilómetros que me separavam da capital passaram rápido. A meio da tarde já estava na centro da cidade.



A sensação que tive quando estava na avenida principal de Windhoek, capital da Namíbia, foi que estava ainda nos arredores, numa zona comercial, de uma pequena cidade de um país europeu. Tudo organizado, limpo e ordeiro. Tudo parecia estar em ordem. Não, isto não é mesmo aquilo a que estou habituado vindo de Angola.
Acabei por encontrar um quarto disponível numa casa com pensaão B&B (cama e pequeno-almoço), com um serviço impecável, sossegado e muito agradável. Por cerca de 50 Euros (caro para os padrões locais) arranjei um espaço confortável para passar a noite. Quando estava à beira da piscina com internet wireless a actualizar o blog lembrei-me que o mesmo valor tinha pago no camping no Lubango poucos dias antes.



O meu principal interesse em Windhoek era o de fazer um check-up à mota. Depois de mudar os pneus, ajustar a suspensão (que parecia um ió-ió estragado) e uma limpeza geral, a mota ficou nova. Esta (ainda sem nome) envelhece tão bem que não a trocava por nenhuma das GS´s que vou vendo passar. Esta pertence à família.



Pouco mais fiz em Windhoek. Dei descanso à mota, passei pela cidade, comi bem e fiz as compras que precisava. Na cidade começei logo a notar a influência alemã que (ainda) existe por todo o país. A maioria das turísticas lojas na avenida principal tinham um alemão por detrás do balcão, ouvia-se alemão em todo o lado e muitos dos turístas que se viam adivinhe-se: eram alemães. Grupos turistas da 3ª idade passeam em Windhoek vindos ou indo para um safari, ver as dunas, o canyon ou as tribos Himbas do Norte.



Desde o século IX, quando colonizou esta parte de África, até 1919, a Alemanha perdeu o seu controlo para a África do Sul. Foi atribuído pelas Nações Unidas à África do Sul a administração deste espaço mas, uma vez que era intenção da AS anexar esta terra como mais uma das suas províncias, foi decidido em 1956 o cancelamento desse acordo. Uma vez rejeitada essa anulação pela AS deu-se uma luta armada (tendo Angola apoiado a força independentista - SWAPO) e em 1989 a Namíbia foi considerada uma nação independente, a segunda mais nova do Mundo, a seguir à Eritreia.
Deste modo, grande parte da arquitectura que se vê nas cidades é de influência alemã, o que torna o ambiente especial tendo em conta a sua localização geográfica no continente africano.



Tudo OK, segui para Swakopmund (swakop), dita actual capital da diversão e aventura da Namíbia.





Rota programada para seguir no sul da Namibia




Para mim pouco mais foi que um ponto de passagem. Camiões, carrinhas e jeeps chegam dos safaris, das dunas e das aldeias Himbas da região Noroeste do país carregados de turistas. Em Swakop têm a oportunidade de fazerem exactamente o que fazem em casa: sair à noite, dançar na discoteca os sons que ouvem em casa, gastar uns doláres em whisky e experimentar uma das dezenas de actividades (ditas radicais) que existem para fazer: desde andar de mota 4 nas dunas a fazer skydiving.





Ruas de Swakopmund




Em Swakop o deserto começou para mim. Em Angola, no Namibe, já tinha tido a experiência mas em Swakop o choque foi outro e desta sabia que tinha vindo para ficar. Em primeiro lugar as temperaturas são extremas; tanto pode fazer um calor imenso como um frio de rachar. O vento é inconstante; tanto pode estar um dia calmo, sem uma aragem, como de repente começa a soprar um vendaval. Por diversas vezes tive de conduzir a mota completamente inclinado para um dos lados para o vento não me atirar ao chão. Com o vento vem sempre areia; não basta toda a poeira levantada pelos carros que passam (felizmente poucos), também a areia e poeira levantada pelo vento deixam-me completamente coberto no final do dia.




Muita areia na estrada e pelo ar



De saída de Swakop passei por Walvis Bay, e segui para Sul até Sossusvlei. A partir de Walvis Bay o asfalto acabou e as estradas de gravilha tomaram conta do terreno. Esta região do país é simplesmente linda, com planícies a perder de vista. Isto sim é a África que aparece nos livros, que quero conhecer. Estradas com muito pouco movimento, com rectas intermináveis, atravessando regiões montanhosas, desfiladeiros, rios secos e cidades paradas no tempo. A cada passagem por algum carro um sinal de cumprimento, a cada chegada a uma cidade o ritual de abastecer de gasolina, falar um pouco e seguir. Centenas de impalas pastam à beira da estrada, famílias de macacos procuram comida e param quando ouvem o barulho da mota ao longe, avestruzes olham-me muito atentas.
Apesar de bonita a estrada é muito perigosa: a gravilha torna-a escorregadia, a areia aparece de vez em quando e só atrapalha e as pedras vão desgastando e estão sempre a ameaçar fazer os pneus em tiras.




Estradas lindas mas perigosas




A atravessar o T. Capricornio*



* [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Nesse dia fiz mais de 400km e cheguei a Sossusvlei no final do dia onde montei a tenda num parque junto ao portão principal do parque natural. Foi-me dito que as motas estavam proibidas de entrar no parque porque, ao que parece, outros teriam andado fora do asfalto, pelas dunas, e foi decidido a proibição. Teria então de conseguir um guia que me levasse antes do amanhecer até à zona das grandes dunas, 40 km para dentro do parque.
Facilmente consegui um carro para as seis da manhã do dia seguinte. Entretanto montei a rede, a tenda, vi o sol pôr-se por detrás das montanhas, bebi uma garrafa de vinho e adormeci.




Finalmente, o descanso




Dormir sob as estrelas




No dia seguinte nem queria acreditar no frio que estava. Ainda noite bem escura fui até ao portão do parque onde me esperava o guia, um rapaz namibiano bem comunicativo. Felizmente era o único ocupante de um Land Rover e iria só com o guia visitar o parque. Passados poucos minutos o facto de carro não ter capota fez com que o frio se torna-se muito desconfortável. Começamos por conversar muito, rir e dizer piadas mas 5 minutos depois de termos arrancado parámos os dois de conversar, esperando a chegado do sol. O vento era muito e havia uma neblina que vinha do mar e que arrefecia ainda mais o ambiente.




Frio do deserto




Entretanto, enquanto as maiores dunas estavam a ser escaladas por alguns turistas (a maior duna tem mais de 300 metros de altura) prontos para apanhar o momento do nascer do dia, nós iamos para o Dead Vlei, uma zona com dezenas de árvores, algumas com mais de 800 anos de idade, mortas, mas ainda de pe. Um cenário que apesar de ser visto em muitas revistas, etc. é fantástico ao vivo.





Experiencia unica em Death Vlei




De seguida andámos pela zona das dunas, observando uma série de animais e apreciando a atracção mais conhecida da Namíbia.






Inacreditavel a beleza deste lugar




Apesar de ser o sitío mais visitado do país não se nota uma enchente de pessoas. O mesmo se aplica aos outros sítios, que apesar de serem muito turísticos, nunca se sente que se está numa zona turística. Eu aprecio muito esta característica da Namíbia.
O resto da tarde foi de descanso pois no dia seguinte teria de fazer quase 600 km até Luderitz, sendo que a maior parte dele por estradas de gravilhas.



Cedo acordei e fiz me à estrada. Quatro horas depois, quando já tinha feito 200km bati com o pneu da frente numa pedra e furei imediatamente. Ok, calma, pensei. Desliguei o IPOD, tirei as luvas e o capacete e examinei o pneu. Até tinha medo de olhar. O sítio completamente desolado onde estava, o vento mais forte que o normal a levantar toda a poeira do chão e o facto de este ser o meu primeiro teste "mecânico" deixou-me nervoso. Vi o rasgão no pneu, fui à mala das ferramentas, tirei o kit de remendos e dei início ao processo. Tiro o taco, abro o tubo de cola especial e nada... o tubo estava vazio..."Tony, meu cabr$o, aldrabaste-me. Tinhas de me dar logo material que tinhas praí há uns bons anos...E agora o que faço?!".Ok, tenho mais cola na mala, cola tipo PATEX, aquela merda cola tudo, vai ter de servir. Coloquei mãos há obra(enchi também as mãos de cola), tirei a cola Patex(que já tinha sido esmagada no saco, abrindo-se e enchendo o interior desse saco com cola...) e tentei colocar os tacos. Enchi o pneu com o compressor e....pssssssssss. Nada, não está bom. O furo é demasiado grande. Vou tentar com os outros 2 tacos que me restam....Nada.Acabaram os tacos.





Segundos depois de tirar estas 2 fotos furei... e fiquei por ali a "apreciar a paisagem"




Ok, ainda tenho as câmeras de ar... Ainda bem que as trouxe. Nisto tinha passado 1 hora desde que parei. Tinha o fato coberto de poeira, os lábios gretados (até ter ido buscar o baton hidratante.Smile) mas estava descansado porque tinha comida, água e material de campismo.
Tirei a roda da frente (ainda bem que não foi a detrás, senão tinha de tirar toda a bagagem) e percebi que não tinha a chave necessária para tirar a válvula do pipo da roda e por a câmera dentro do pneu.
Tentei o alicate, outras chaves, nada. Mais uma hora se passou.



Entretanto passa um carro que me perguntou se precisava de ajuda. Eram duas senhoras, de meia idade, pareciam sul africanas, talvez americanas. Perguntei se tinham uma chave de válvula para o pneu. Mostraram-me a ferramenta do carro de aluguer que consistia num estojo igual ao que vem no meu WW pólo de Portugal. "Well,we have extra tyres, so...we dont need that thing...", responderam elas. Pois, qual é o carro que precisa de uma chave de válvulas, tendo 2 pneus extra?! Bem vistas as coisas eu há bem pouco tempo atrás nem não sabia o que isso era.



Perguntaram-me se precisava de ajuda, se queria que chamassem alguém. Disse que não, que tinha água, comida e material para dormir ali (eram 3 horas da tarde). Olharam uma para a outra e fizeram uma cara tipo a pensar: "donde é que apareceu este personagem?!". Partiram, desejando-me muita sorte.



Passado um tempo apareceram 3 motas (todas Gs´s) ao longe. "Estou safo!", pensei eu. Eram 3 Sul-Africanos que tinham alugado motas e que iam para norte. Viram no estojo de ferramentas das 3 motas e nada. A empresa que lhes alugou a mota nem lhes deu material nenhum e aquelas aves raras (mais que eu) andavam a viajar sem qq ferramenta e ainda mais com pneus de estrada...

E não é que passado uma meia hora vejo uma luz ao fundo da estrada, só podendo ser de uma mota, e penso: "eu e a minha estrelinha que me acompanha..." Era outro sul africano que, desta vez, até tinha umas ferramentas. Deu-me uma lata de espuma para tentar ajudar a fazer os 40km´s que me separavam da localidade mais próxima, Batta.
Foi o suficiente para chegar, mesmo fazendo grande parte do caminho com o pneu em baixo, e para arranjar a tal chave e arranjar o pneu. Terminei às 7 da tarde, mesmo à hora para entrar no parte de campismo da localidade de Batta (já com uma chave de válvulas comigo).
Tomei banho e comi umas salchichas alemãs com arroz que me souberam...muitooo bem e dormi.


No dia seguinte tinha de fazer mais de 200km em gravilha com pedras e tentei poupar o pneu ao máximo. Não passei dos 60km/h, tentei evitar todas as pedras maiores e fui muito atento. No caminho passei pelo castelo de Duwisib, que fica no meio do nada e esse facto bizarro por si só vale a visita.




Passagem pelo castelo de Duwisib




Passei por cenários dos mais bonitos que vi, através de planícies montanhosas, pradarias com cavalos selvagens, lugares inacreditáveis, com rectas de dezenas de quilómetros até chegar a Aus, onde começa o asfalto.
A partir daí outra paisagem de cortar a respiração. A 100km de Luderitz, cidade junto ao mar, começa o deserto e a área proibida onde não se pode sair da estrada sob o risco de se encontar um diamante (e levar um tiro).



Estrada para Aus


Cheguei a Luderitz sem problemas. Estava um dia quente, sem vento, perfeito, muito pouco habitual nesta cidade enfiada entre o deserto e o mar.

Vou descansar e aproveitar a costa. Só voltarei a ver o mar, a sul, na Cidade do Cabo.


Força Gonas.... Forte abraço...
Voltar ao Topo Ir em baixo
papabeer
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 5606
Idade : 53
Localisation : Luanda - Angola
Data de inscrição : 06/06/2007

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Seg Out 04, 2010 1:35 am

Excelente relato e viagem, parabens pela viagem e obrigado por a partilhares com o pessoal

Um grande abraço

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/paulo.arroteia
papabeer
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 5606
Idade : 53
Localisation : Luanda - Angola
Data de inscrição : 06/06/2007

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Seg Out 04, 2010 2:34 am

Bruno,

Da proxima vez cria um topico diferente, não utilizes um tópico em que o assunto seja outro

Estamos ah espera que o "GONÇALO" exponha aqui a sua viagem

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/paulo.arroteia
Cavaleiro do Asfalto
OffRoad 3 estrelas
OffRoad 3 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 2211
Idade : 52
Localisation : Luanda
Data de inscrição : 25/11/2008

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Seg Out 04, 2010 10:36 am

Papabeer, o Gonçalo Barros foi meu colega na Teixeira Duarte (outro engº...).

Podem visitar a página dele do Facebook, aonde ele vai relatando a sua viagem:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://cavaleirosdoasfalto.planetaclix.pt/
Keijadas Malucas
OffRoad 3 estrelas
OffRoad 3 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 2285
Idade : 34
Localisation : Angola/Luanda
Data de inscrição : 13/01/2010

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Seg Out 04, 2010 7:40 pm

Papa é importante partilhar esse tipo de viagem aqui no fórum, não sei se o Gonas vai ter tempo de escrever no Facebook e aqui no Fórum, então achei interessante partilhar essa grande viagem com todo mundo aqui no fórum, a cada relato que ele faz copio e ponho aqui no fórum para todos saberem mais ou menos as dificuldades que ele vai encontrando ao longo da viagem...

Podem acompanhar directamente no FB: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
gbarros7
OffRoad
OffRoad


Número de Mensagens : 4
Idade : 36
Data de inscrição : 05/10/2010

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Ter Out 05, 2010 11:17 pm

Boas. Sou eu o Gonçalo. Smile De facto tenho uma BMW GS1100 de 1996 e penso que é a mota perfeita para fazer a viagem que estou a fazer.

Neste momento estou na cidade do Cabo, África do Sul e vou para Moçambique passando pelo Leshoto e Suazilândia. O que tenho feito é ter apenas uma ideia básica da rota e ir falando com os locais que, melhor que ninguém sabem os percursos mais bonitos.

Quero ir para norte até ao Quénia (quem sabe) e fazer Uganda-Rwanda-Burundi antes de ir ao Malawi e Zambia. Depois Botwana, Namibia e Angola.

Gostava muito de regressar a Angola (lá para a passagem do ano) antes de seguir para Portugal pela costa Oeste.

Como digo a rota vai sendo feita à medida que vou viajando.

Estou no Cabo depois de 6300 km e até agora tudo numa boa.

Gostava muito de partilhar a experiência com vocês e penso que o mais fácil será mesmo o fazer pelo blog que vou escrevendo. Podem ver desde o início.

Grande abraço!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
gbarros7
OffRoad
OffRoad


Número de Mensagens : 4
Idade : 36
Data de inscrição : 05/10/2010

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Ter Out 05, 2010 11:18 pm

ah, o endereço para o blog é:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
papabeer
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 5606
Idade : 53
Localisation : Luanda - Angola
Data de inscrição : 06/06/2007

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Qua Out 06, 2010 12:42 am

Gonçalo

essa eh uma viagem sem limite de tempo

Fizeste alguns contactos em relação a vistos ?

A viagem pela costa oeste não eh mais complicada ?? principalmente o Congo, Nigeria e Camarões ???

Que tudo te corra bem e boa sorte na viagem

Um grande abraço aqui do forum, que estará sempre a acompanhar a tua viagem

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/paulo.arroteia
Cavaleiro do Asfalto
OffRoad 3 estrelas
OffRoad 3 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 2211
Idade : 52
Localisation : Luanda
Data de inscrição : 25/11/2008

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Qua Out 06, 2010 3:49 am

Grande abraço, Gonçalo e que tudo te corra pelo melhor possível.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://cavaleirosdoasfalto.planetaclix.pt/
gbarros7
OffRoad
OffRoad


Número de Mensagens : 4
Idade : 36
Data de inscrição : 05/10/2010

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Qui Out 07, 2010 4:50 am

papabeer escreveu:
Gonçalo

essa eh uma viagem sem limite de tempo

Fizeste alguns contactos em relação a vistos ?

A viagem pela costa oeste não eh mais complicada ?? principalmente o Congo, Nigeria e Camarões ???

Que tudo te corra bem e boa sorte na viagem

Um grande abraço aqui do forum, que estará sempre a acompanhar a tua viagem

Oi

Sobre os vistos ainda n fiz nada. Do lado Este penso n ter problema. Quando chegar à Namibia vou ter de renovar o meu visto para Angola. Espero tb poder tratar do visto do Congo, nigeria e camarões em Windhoek ou mesmo em Luanda.
Tens alguma sugestão?!

O que acontece é que ainda tenho muito km para andar e vou moldando a rota à medida que vou andando. Sei os países que vou atravessar mas ainda faltam alguns meses para voltar a Angola, por isso...ainda estou relaxado em relação a vistos...

A viagem está a correr muito bem... espero poder passar a passagem de ano aí na Banda. Vamos ver.

Grande abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
papabeer
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 5606
Idade : 53
Localisation : Luanda - Angola
Data de inscrição : 06/06/2007

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Qui Out 07, 2010 7:13 am

Essa eh a vantagem de viajar sozinho, podemos moldar e controlar o tempo sem pressão de ninguem.

Em relação aos vistos, não tenho conhecimento sobre o assunto, essa informação também pretendo, porque tambem quero fazer a viagem ate Portugal.

Boa Sorte e Boa Viagem

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/paulo.arroteia
gbarros7
OffRoad
OffRoad


Número de Mensagens : 4
Idade : 36
Data de inscrição : 05/10/2010

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Dom Out 17, 2010 4:24 am

papabeer escreveu:
Essa eh a vantagem de viajar sozinho, podemos moldar e controlar o tempo sem pressão de ninguem.

Em relação aos vistos, não tenho conhecimento sobre o assunto, essa informação também pretendo, porque tambem quero fazer a viagem ate Portugal.

Boa Sorte e Boa Viagem

Pois, é uma das vantagens de viajar sozinho.

Entretanto cheguei a Pretória na A.S depois de ter passado quase uma semana no Lesoto. Vou actualizar o blog antes de rumar para Este em direcção a Moçambique.

Tamos juntos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
papabeer
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 5606
Idade : 53
Localisation : Luanda - Angola
Data de inscrição : 06/06/2007

MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   Seg Out 18, 2010 8:10 pm

Boa Continuação dessa magnifica viagem

Um grande Abraço


_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/paulo.arroteia
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
De Luanda Para Portugal sobre uma BMW 1150 e SOZINHO....
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Trachemys Dorbigni - exportação para Portugal (IMPORTANTE!)
» Não sei distinguir a tartaruga do cágado
» Como importar uma tartaruga
» Avitrin Plumas
» Dicas para Iniciantes Sobre Ph da Água

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Angola OffRoad :: OFFROAD - CAMPISMO - VIAGENS - NATUREZA E PAISAGENS :: Expedições, Raids e Passeios :: Expedições e Passeios por Africa que incluam Angola-
Ir para: